Image Map

08 junho 2014

Resenha: Dançando sobre cacos de vidro - Por Ka Hancock


Autor: Ka Hancock
Editora: Arqueiro
Número de páginas: 329

Eu ainda tô tentando achar as palavras para escrever sobre esse livro, que história maravilhosa, narrativa cativante, o melhor livro de 2014 até o momento, me fez chorar horrores e até para escrever a resenha é difícil de controlar haha.  

"Todo casamento é uma dança: complicada ás vezes, maravilhosa em outras. Porém haverá momentos em que vocês dançarão sobre cacos de vidro." Página 99

Bom, o livro vai contar a história da Lucy Houston e do Mickey Chandler, um casal meio incomum, os dois se apaixonaram e se entregaram a esse amor mesmo que aos olhares dos outros fosse impossível dar certo, Lucy tem um histórico familiar de câncer de mama agressivo e Mickey sofre um grave transtorno bipolar, quando o livro começa eles já são casados mas o em algumas partes da história a gente descobre como eles se conheceram até que resolvem se casar. Quando se casam eles firmam meio que um acordo, para fazer com que eles levem o casamento melhor, Mickey se compromete com as medicações, Lucy promete entender que nem sempre ele age por seus próprios riscos dentre outras coisas que fazem parte do acordo. 

Porém o histórico do câncer ataca Lucy e ela sofre com o tratamento do câncer e depois de quase perder essa batalha eles colocam mais um ponto nesse acordo, nesse compromisso: não ter filhos. Essa regra foi criada porque as duas doenças são genéticas podendo assim serem passadas para um filho, o que eles não queriam e também olhando pela convivência talvez eles não tivesse estabilidade para criarem uma criança no meio desses problemas. Só que vai haver uma mudança nisso tudo que vai surpreender a todos, como já é fácil de se entender pela capa, pela sinopse não acho que seja um spoiler, como que por um milagre Lucy vai engravidar e aí começa o desenrolar de toda a história, de tudo, e não posso falar mais hehe. 

A narrativa é ótima, muito cativante, quem narra o livro é a Lucy mas todo capítulo começa com uma carta escrita por Mickey. Outro ponto que me encantou foi entender mais sobre o transtorno bipolar, eu não imaginava que era algo tão grande como é, não imaginava a dimensão da doença e o livro me fez entender tanto e eu fiquei tão chocada meninas imaginando a visão tão pequena que eu tinha de uma doença tão séria como essa, gostei muito de saber mais. 

Sobre os personagens...

Antes de falar de Lucy e Mickey quero falar sobre os outros, a Lucy perdeu o pai quando era pequena e sua mãe morreu com o câncer um pouco depois se eu não me engano, quando ela tinha 17 anos, então sua família é formada por ela e mais duas irmãs, Lily e Priscila, as duas são muito presentes na história, Lily é o porto seguro de Lucy,em alguns momentos da história para o leitor ela é a melhor mas em outros ela me deixou com raiva, mas dá para entender quando se olha por algumas coisas que ela passou, então gostei da personagem. Priscila é a estourada, sem paciência e sem tempo, ela é meio implicante mas eu gostei dela, é daquelas que escondem mas são das mais sensíveis, enquanto delas três Lucy é a mais forte, foi quem cuidou da mãe antes de ela falecer. Além desses temos os vizinhos delas que se tornaram sua família depois da morte dos pais, Ron que é marido de Lily e também é muito importante no livro, o médico de Mickey e a médica de Lucy também estão bem presentes na história. 

Lucy: De todos os livros que eu já li hoje eu nunca vi uma personagem tão incrível, ela é forte, firme, o mundo desaba mas ela sempre dá um jeito de segurar as pontas, mesmo com as dificuldades que enfrenta no livro ela não cede, é muito compreensiva com as irmãs, durante os livros elas sempre indagam Lucy pelo fato de ela não sentir raiva de nada e ninguém, então é uma personagem maravilhosa. O fato de se casar com Mickey já é um motivo de admiração para todos a sua volta, um homem bem difícil mas Lucy nunca desistiu, nunca deixou de acreditar no que ele era, sempre insistiu que ele era capaz mesmo em meio aos surtos e fraquezas. 

"Acariciei o rosto de Mickey e pensei naquele dia, muitos anos antes, quando Gleason me falou como seria a nossa vida. Não demorou muito para que eu entendesse o que ele quis dizer. Cacos de vidro. Nesse momento estávamos descalços e dançando sobre um mar de cacos de vidro. Por mais verdadeiro que isso fosse, porém Mickey sabia que eu dançaria com ele para sempre se pudesse, mesmo que meus pés sangrassem." Página 211

Mickey: Em vários momentos do livro dá vontade de guiar o personagem, ele sofre muito, tem muitos surtos e durante o livro dá para se entender a dimensão do transtorno bipolar, são vários remédios, Mickey tenta se controlar mas algumas vezes ele não tem poder sobre isso, dá uma dó do personagem em vários momentos, enxergando o lado dele a cada carta escrita, notando o quanto ele não tem o controle que tanto quer na maioria das vezes mas é um personagem muito forte, muito firme, ama Lucy acima de tudo e se esforça tanto pelo bem da esposa, ele não acredita em si mesmo mas tem um grande potencial, um personagem incrível!! 

"Não escolhi me casa com Mickey Chandler para as coisas terminarem assim. Eu o escolhi porque ele era um guerreiro. Todos os dias lutava para ser o melhor possível, apesar da doença. Nem sempre conseguia vencer - e quando escorregava , as consequências podiam ser devastadoras-, mas ele lutava diariamente por esses homem. E, por causa disso, os dias bons superavam em muito os ruins..." Página 249

Eu ainda preciso dizer minha opinião? haha, o livro para mim foi maravilhoso, a história do casal, todas as dificuldades que eles passam, me lembrou um pouco a história de "A culpa é das estrelas" mas bem mais adulta e para mim pareceu bem mais real, era como se eu pudesse sentir a dor do personagem, chorei horrores com a leitura e com certeza é um livro que eu recomendo para todo mundo, uma história que me trouxe inúmeras lições, não tinha como ser uma leitura melhor. Tudo maravilhoso, 5 estrelas óbvio incrível. Vocês devem ter percebido as citações, o que eu nunca faço haha eu não sou de marcar meus livros, colar post its e essas coisas, quando eu gosto eu tento tirar foto e tal mas com esse livro não teve jeito, me apeguei a muitas frases e citações, tentarei fazer isso nas próximas resenhas também haha <3

Então é isso meninas, desculpem pela resenha gigante mas esse livro realmente mereceu todas as minhas palavras, foi difícil escrever sobre ele de tão incrível que ele foi para mim e eu espero que vocês leiam e me contem o que acharam. Melhor de 2014 até hoje. <3 <3 <3 Beijos!
Só para garantir 4

4 comentários:

  1. Minha amiga está lendo esse livro e está gostando bastante. Já entrou pra minha lista de desejados! Beijos :)

    http://frases-perdidas.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É muuuuito lindo, muito bom mesmo, leia leia porque você não vai se arrepender!! Beijos

      Excluir
  2. Thank you so much for this lovely review! So happy you enjoyed DOBG!

    ResponderExcluir