Image Map

24 fevereiro 2015

Resenha: Ligeiramente casados - Por Mary Balogh



Autor: Mary Balogh
Editora: Arqueiro
Número de páginas: 286
Avaliação: 5/5 estrelas 

Ligeiramente casados foi um livro que eu descobri por acaso, nunca tinha lido nenhuma resenha mas o nome e o fato de ser um romance de época me chamou muita atenção e eu amei, se você também gosta de romances de épocam, se você já leu a série "Os Bridgertons" da Julia Quinn e gostou, provavelmente se apaixonará por essa série, esse é o primeiro livro. 

Bom, esse livro vai contar a história de Eve Morris que vive no Solar Ringwood com várias pessoas que ela acolheu, desde duas crianças órfãs até empregados que eram rejeitados por todos os outros membros da sociedade. Um dia Eve é surpreendida quando o coronel lorde Aidan Bedwyn chega até sua casa para contar que o irmão dela havia falecido na guerra e que antes de partir ele pediu ao coronel que a avisasse pessoalmente e o fez prometer que cuidaria dela custe o que custar. 

Eve é um moça independente que agradece ao coronel mas diz que não precisa de nenhum tipo de ajuda ou proteção, só que o coronel descobre que a propriedade ficaria no nome de Eve até a morte de sue pai completar 1 ano, logo após isso a propriedade seria de Percy mas como ele havia falecido seria entregue ao tio de Eve, uma pessoa terrível. A condição para a propriedade continuar sendo de Eve era ela se casar antes de completar esse 1 ano da morte do pai, faltavam apenas alguns dias para que esse dia chegasse. 

"Talvez o presente fosse tudo que importava. Talvez fosse tudo o que qualquer um pudesse esperar. Talvez o amanhã fosse uma ilusão que nunca chegasse." Página 242 

Sendo assim Aidan propôs um casamento de convivência entre os dois, serviria para ela continuar na propriedade cuidando de seus incapazes e logo depois eles voltariam para suas rotinas, ele iria encontrar a família até sua licença acabar e ele voltar ao serviço. Eles se casam mas tem uma grande surpresa depois, o irmão de Aindan, o duque de Bewcastle, o mais velho dos Bedwyn descobriu que o irmão se casou ás escondidas e agora exige que a nova Bedwyn seja apresentada a corte de Londres e a Rainha, mas para isso Eve vai ter que ser totalmente transformada, já que apesar de ter uma fortuna é uma mineira de carvão enquanto Aidan é da aristocracia. Eles não sabiam que um casamento de convivência os levaria a tanto, mas ao longo desses dias e semanas juntos eles irão descobrir um sentimento novo para os dois, sentimento este que eles não esperariam sentir e que são provados durante alguns acontecimentos no livro. 

Amei tudo nessa história, amei os dois personagens, eles são igualmente orgulhosos e apesar de Eve ser bem sentimental, ela não age muito dessa forma quando se trata do coronel, eles são um casal desafiador, duas personalidades fortes que se encaixam super bem. A autora soube criar uma história linda, confesso que nos últimos acontecimentos eu não conseguia largar o livro e me emocionei muito nas últimas páginas do livro, amei o desfecho da história e principalmente como alguns personagens evoluíram até o fim do livro. Se você gosta de romance de época, eu recomendo para você sem medo, uma história que me ganhou total. 

"Não - retrucou ele, o sorriso agora terno - Existe algo infinitamente melhor do que felizes para sempre. Há a felicidade. Que é algo vivo, dinâmico, Eve, e tem que ser cuidada cada momento pelo resto das nossas vidas. É uma perspectiva muito mais empolgante do que a ideia tola e estática de um felizes para sempre. Não concorda?" Página 286 

Espero que tenham gostado, algum de vocês já leu esse livro? Um super beijo! 

2 comentários:

  1. Oii Thay! Tudo bem?? Ainda não li esse livro mas já tenho visto muitas resenhas positivas sobre ele, espero poder lê-lo em breve!

    Indiquei você para responder a #Tag - 7 Coisas! Dá uma passadinha lá =)

    Abraços :)

    Blog Coruja Por Livros / #Tag - 7 Coisas

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Daniel, tudo sim e você? Ah, imagino que vá gostar muito. Irei responder sim, muito obrigada pela indicação. Abraço!

      Excluir